Fórum de animais fantásticos


    O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Compartilhe
    avatar
    Mestre
    Admin

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 03/12/2016

    O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Mestre em Dom Dez 25, 2016 5:46 pm

    O que você precisa saber sobre a Década de 20


    Bem-vindo aos “loucos anos vinte”, um mundo onde o consumo começou a tornar-se um estilo de vida. É quando explode as grandes cidades, cinemas e estádios de baseball começam a ser construídos por todo o lado. Automóveis, telefones, eletricidade estão espalhando por todos os cantos. A mídia começa a concentrar na criação de celebridades, principalmente os heróis dos esportes e as estrelas do cinema, como Rodolfo Valentino, Douglas Fairbanks, Gloria Swanson e Mary Pickford. Mas também, é uma época que o moralismo volta ganhar força, o álcool é proibido e o Ku Klux Klan ganha força, junto com todo o preconceito racial que propaga.


    Índice


    Última edição por Mestre em Dom Jan 08, 2017 5:00 pm, editado 2 vez(es)
    avatar
    Mestre
    Admin

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 03/12/2016

    Re: O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Mestre em Dom Dez 25, 2016 5:47 pm

    Fatos Históricos sobre os Não-Majs Americanos

    O atual presidente dos EUA é Calvin Coolidge, um republicano em seu segundo mandato, e ex-senador e ex-governador de Massachusetts.

    Iniciado em 1919, foi proibido a venda, produção e consumo de bebida alcóolica (e irá até 1933). Isso criou um novo negócio para o crime organizado, o contrabando de bebidas. Figuras como Al Capone (de Chicago) tornam-se famosas e ao mesmo tempo temidas. Em Nova York, duas famílias mafiosas italianas disputam o mercado, uma liderada por Joe Masseria e outro por Salvatore Maranzano.

    Desde de 1924, as leis de imigração ficaram extremamente duras. Países do leste e sul europeu agora tem cotas por ano. Enquanto para os asiáticos, indianos, africanos e países latinos ficaram muito mais difícil conseguir entrar nos EUA.

    Entre os Não-Majs, o Basebal torna-se o esporte mais popular, e o nome mais conhecido será Babe Ruth, que na época do RPG está justamente jogando no New York Yankees.

    O sul dos estados unidos passou por uma grande tragédia natural no começo do ano de 1927, a “Grande Inundação do rio Mississipi”. O dilúvio afetou 630 mil pessoas dos estados de Arkansas, Mississipi e Louisiana, matando 246 indivíduos. Sem casas para morar, muitos migraram para os estados do norte, principalmente os negros pobres.
    avatar
    Mestre
    Admin

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 03/12/2016

    Re: O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Mestre em Dom Dez 25, 2016 5:48 pm

    Cultura dos Não-Majs Americanos

    Em outubro de 1927, foi lançado o filme “O Cantor de Jazz”, o primeiro filme totalmente falado.
    Nas artes plásticas é o início do movimento surrealista e da Art déco. A era viu a adoção em grande escala dos automóveis, dos telefones, dos retratos de movimento e da eletricidade, do crescimento industrial sem precedente, da demanda e das aspirações aceleradas do consumidor e das mudanças significativas no estilo de vida e na cultura. A mídia começou a se concentrar em celebridades, especialmente heróis esportivos e estrelas de cinema. Grandes estádios de beisebol foram construídos em grandes cidades dos EUA, além de cinemas palacianos. A década também viu o advento da televisão, embora em uma escala muito limitada.

    Na música, o Jazz torna-se o ritmo mais ouvido.

    A dança era charleston, com movimentos para os lados a partir dos joelhos. Outras danças famosas eram lambeth walk, swing, rumba e foxtrot.

    Na literatura é época conhecida como “Geração Perdida” (devido a desilusão de seus escritores), nomes famosos são Ernest Hemingway, F. Scott Fitzgerald, Ezra Pound etc.
    avatar
    Mestre
    Admin

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 03/12/2016

    Re: O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Mestre em Dom Dez 25, 2016 5:49 pm

    Moda e Padrão de Beleza - Mulheres

    A mulher sensual era aquela sem curvas, pequena, seios e quadris pequenos. A atenção era o tornozelo. O cabelo curto era moda.

    As roupas envolviam blazers, cardigãs, colares compridos e boinas. Os vestidos eram tubulares, curtos, leves, elegantes, normalmente de seda. Os braços e as costas eram deixados à mostra. As meias eram em tons de bege, sugerindo pernas nuas. O chapéu, até então acessório obrigatório, ficou restrito ao uso diurno. O modelo mais popular era o "cloche", enterrado até os olhos, que só podia ser usado com os cabelos curtíssimos, a "la garçonne", como era chamado. Havia mulheres que cobriam a testa com a franjinha, dando mais realce aos olhos e às maçãs do rosto. Outras preferiam o cabelo frisado, ou seja, com caracóis volumosos ou com ondas largas feitas com um ferro específico, a este penteado dava-se o nome de "à marcel".

    Na maquiagem, os lábios eram pintados de carmin, de forma que parecesse um coração. Os olhos eram bem marcados, as sobrancelhas tiradas e delineadas a lápis; a pele era branca, o que acentuava os tons escuros da maquilagem.
    avatar
    Mestre
    Admin

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 03/12/2016

    Re: O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Mestre em Dom Dez 25, 2016 5:50 pm

    Moda e Padrão de Beleza - Homens

    A roupa clássica de qualquer homem, independente da classe social, era o terno. O que diferenciava era qualidade da costura e dos tecidos. As calças estavam mais largas. Os paletós afinavam na cintura e iam até o meado da coxa. As lapelas eram maiores.

    As camisas do traje a rigor tinham punhos independentes de linho engomado, com abotoaduras de couro ou madrepérola. Sobre a camisa: peitilho de linho engomado. Para a noite o smoking garantia o ar esnobe e discreto em tons de azul ou cinza escuro, meias e gravata combinando e um lenço branco no bolso esquerdo do paletó.

    Os homens andavam sempre bem barbeados, com cabelos curtos e penteados para trás. Bigodes curtos e rigorosamente aparados. Botinas, gravatas coloridas chapéus arredondados. Os cidadãos de classe alta geralmente usam cartola, os de classe média ou usavam fedora ou um chapéu de feltro e o chapéu de palha era popular no verão, os homens da classe trabalhadora usavam um boné “newsboy” ou nenhum chapéu. Era comum andarem com um relógio de bolso.

    Fisicamente, o homem tinha que ter traços atléticos, era o começo do padrão atlético de beleza. O rosto quadrado, queixo saliente, corpo musculoso e bronzeado. Tudo para representar o homem trabalhador e saudável.
    avatar
    Mestre
    Admin

    Mensagens : 248
    Data de inscrição : 03/12/2016

    Re: O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Mestre em Dom Dez 25, 2016 5:52 pm

    Comportamento Feminino

    Por mais que ainda predominasse a sociedade patriarcal, houve alguns avanços na quebra de hierarquia do público-privado, já não era considerado errado uma mulher ser vista passeando sozinha nas ruas das grandes cidades. Elas podem ser vistas fazendo compras, indo tomar chá com as amigas e até indo dançar nos clubes noturnos.

    Foi o começo do questionamento de gênero na sociedade, com preocupação entre os não-majs masculinos que mulheres não retornem ao lar e ocupem papeis antes predominante masculinos. Mas, isso entre os bruxos não é, e não será considerado problema, como podemos ver que temos mulheres aurores e até mesmo como presidente da MACUSA.

    Comportamento Masculino
    Foi uma época que todo o contraste do homem másculo era atacado pela sociedade, eram usados termos como “figura dúbia”, “almofadinha”, “libélula” etc. O “homossexualismo” era visto como doença, e tratamentos iam de eletrochoque até transplante de testículos.
    Novamente, tal comportamento não reflete na sociedade bruxa. Provavelmente por que o poder era mais associado ao nível de magia de um bruxo do que seu comportamento sexual ou aparência física.

    Comportamentos Gerais

    Muito o que se irá dizer aqui poderá parecer conservador aos olhos do presente, mas é importante lembrar que tais comportamentos não eram nem considerados problemas na época.

    Existe ainda toda uma cordialidade formal ao conversar, não importa a hierarquia, condição social, desconhecidos sempre tratarão outros com “Senhor”, “Senhora” ou “Senhorita”. Entre conhecidos, a forma de tratamento dependerá da intimidade, muitas famílias tem uma grande imposição de respeito, onde tratam o pai como “senhor” e a mãe como “senhora”, assim como pedir “benção” para dormir. Em algumas famílias mais liberais é comum os pais e filhos se tratarem com apelidos carinhosos dentro da intimidade do lar, como “papa”, “pops”, “dad” para o pai por exemplo.

    Ainda falando sobre família, todo e qualquer relacionamento é bem tradicional pedir a “mão” para o pai da garota para até namorar, assim como terá que pedir depois as próximas permissões: noivar e casar. Algumas famílias mais nobres e sangue-puras ainda terão casamentos arranjados. Os relacionamentos em si são bem mais lentos, os bruxos americanos até dão numeração de encontros para realizar algumas ações: mão dada no segundo encontro, beijo no quarto, oficializar namoro no décimo. Para o sexo não é necessário estar casado (dependerá da tradição/religiosidade da família), mas é quase impensável se não tiver namorando. Além disso, uma tradição da época é que raro ter cama de casal, mesmo casados, o marido e esposa dormem em camas de solteiros separados, mas no mesmo quarto.

    Divórcios são raros, e são vistos por maus olhos na sociedade.

    Voltando ao comportamento entre colegas, conhecidos e estranhos o excesso de educação formal é padrão: pedir desculpa por qualquer motivo mesmo que seja insignificante, faz parte do vocabulário constante.

    É quase certeza que seu personagem fumará: o cigarro, charuto e cachimbo, o tabaco em geral era usado por quase toda a população adulta americana, uma média de 80% da época. Entre mulheres de classe sociais é chique e elegante usar longas piteiras para fumar.
    Um fator importante é valorizar as origens do personagem. Os imigrantes quando foram para os Estados Unidos não se misturaram ao restante da comunidade americana inglesa puritana. Será bem comum que bruxos italianos, irlandeses, cubanos, mexicanos, chineses, negros em geral, não se misturem com outros bruxos, além de continuarem com suas culturas e até mesmo com sua língua entre si.

    E falando em negros, é preciso dizer que existe ainda um separatismo vigente: escolas, bebedouros, sentam no fundo do ônibus, muitos estabelecimentos como bares e cinemas não aceitam os afrodescendentes. Obviamente, tal cultura não existe entre os bruxos, mas na necessidade de misturar entre os não-majs é preciso lembrar que o racismo estava em alta na época.

    Mas ao mesmo tempo, estava acontecendo o que os historiadores chamam de “Harlem Renaissance” no bairro de Nova York tradicional negro, as artes como literatura, teatro, música de origem afro-americana estavam ganhando destaque até mesmo entre os brancos.
    Por fim, é muito importante ressaltar o preconceito pelos não-majs, e como os bruxos americanos são resistentes à se misturarem. Sim, é óbvio que nem todo bruxo americano teria esse problema, mas se cada jogador pensar assim e quiser fazer o seu personagem progressista, isso tornaria mais comum do que se deveria ser, ainda mais considerando que são aurores, e oficiais da leis são de costume bastante conservadores. Por isso, pedimos que evitem seus personagens serem mestiços com pai ou mãe não-maj, façam só se for prescindível para história do personagem, além criar um personagem que se comporta como alguém do seu tempo.


    Conteúdo patrocinado

    Re: O que você precisa saber sobre a Década de 20

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Dom Set 24, 2017 7:58 pm